terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Do carnaval.

Que está a chegar e eu não sei do que me mascarar.

sábado, 27 de janeiro de 2018

Calma! Não sou patrocinada pela Nivea. Mas gostava.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Também fiz um detox.

Mas não foi alimentar que eu conheço-me e sei que não aguentava. Foi tecnológico. 12 horas sem telemóvel! Sem chamadas, mensagens e redes sociais. Nada. Desde as 14h até as 2h da madrugada seguinte.
E não morri. Tentem. E vejam se conseguem.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Categoria.

Este snack.
Tostinha gorda. Com queijo gordo. Manteiga de amendoim crocante e gorda. E noz, obviamente, gorda.

Apoquentacões desta vida.

Este facebook é muito dramático.

Só quer festa.

Quem? O meu carro que agora liga o rádio sozinho.

Sobre os saldos.

Dei uma espreitadela aos saldos assim em geral, e a coisa está engraçada. Um pena é que não tenho orçamento para essas despesas, mas mesmo assim lá saltaram duas camisolas e um par de calças. Uhh loucura!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Nível de perseguição: máximo.

Ou só amor.

Aiiiii o 2018.

Bem, para começar eu adoro anos pares. Sinto bons presságios. Ainda não li a fundo o meu signo mas estou por tudo. Não vou fazer nenhum resumo de 2017 porque o que mais queria não aconteceu e por isso posso dar a entender que correu mal, mas no geral até foi bom. Não adoeci e ninguém próximo morreu. Ardeu um carro mas compramos outro. Trabalho mais mas fui promovida.  Sinto-me um bocado bipolar em relação a 2017. Por um lado só de pensar dá vontade de chorar, por outro sinto-me vitoriosa porque sobrevivi.  Acho que é positivo. Leram o "acho"? Ah ah !

Que venha 2018 com a força toda que estou aqui para o melhor! Mas só para o melhor! Anda 2018!

Do aniversário

Não foi o que tinha sonhado, porque tinha ideias do que queria fazer e não consegui devido a muitos fatores que não dependem de mim. (raiodacasa)
Foi então assim em modo "xôxinho", e não há que ter medo de admitir quando as coisas não correm como queremos. O dia foi passado com o amor da minha vida e futuro pai dos meus filhos, assim em modo rainha do pedaço, "e tu é que decides, e tu é que escolhes o que queres fazer, e o que queres comer, e onde queres ir". Então que a minha reação foi: quero ficar no sofá a vegetar. Eu queria descansaaaar pessoas! Olhem os 60 a chegar a galope! O jantar foi com os meus pais e tive confetis e bolo todo fofi fofi. Um red velvet todo giro. Eu, que amo bolos de aniversário folhados, este ano não aconteceu, porque a minha mãe que faz anos 13 dias antes de mim pediu-o. E o meu pai que faz anos 9 dias depois de mim e que também gosta de folhados, também quis bolo de folhado, e assim para não enjoarmos, houve um red velvet para cortar sabor. Ou não, que foi metade para o lixo (não há apreciadores), mas era bonito e fofinho, e também conta. Não há que ter medo de dizer as realidades!

Cá em casa é  assim, somos 5, quase 6 com meu futuro esposo, e despachamos 4 aniversários e o Natal em coisa de mês e meio. Passamos o resto do ano sem pensarmos nessas coisas de presentes e festas de anos. E passamos o resto do ano sem festas. E sem bolos. E sem presentes. E não é lá muito giro, porque não há festas.  E eu gosto de festas.

A nível de presentes, pelo segundo ano consecutivo, meu futuro esposo e pai dos meus filhos, oferece-me uma peça Swaros-cjshebf-ski (perceberam? Ah ah). Foram uns brincos, daquela cena que brilha muito, e aqui desenha-se uma espécie de tradição.  Dois anos consecutivos já se pode considerar tradição, e eu que sou uma pessoa que aprecia muito as tradições, espero com muito afinco que esta seja uma tradição que se mantenha por muitos anos. Fica a dica :D

Pra mim, Natal é isto.

Outro presente de Natal.

Não foi pra mim mas gostava. Estão a ver. É aquela situação.

Um dos presentes do amigo secreto.

Esta t-shirt maravilhosa. Se a vou usar? Podem crer que sim !

Sobre o Natal.

É sem dúvida, a minha época do ano preferida.  Mas é também a mais exigente. Porque primeiramente trabalha-se mais, e a necessidade de descanso é maior. Só que este descanso não acontece como deveria porque, nos tempos em que não se trabalha, ou se está em compras natalícias ou em almoçaradas e jantaradas a distribuir essas mesmas compras natalícias.  E quando se sai a horas do trabalho tens que ainda ver aquela prenda para aquele amigo secreto. Sim, esses amigos secretos que entre 15 pessoas, em que o valor da prenda é 2 euros, mas há sempre as boas almas que  ultrapassam o valor e compras canecas lindas de morrer e nunca, mas nunca me saem. Recebo praaaticamente sempre um dos 3 piores presentes. Ironias da vida.

Depois há uma necessidade de ajuntamentos que eu adoro, aii o Natal (suspiro), e por isso acho que deveria ser sempre Natal e assim durar o ano inteiro ( blaa blaa eu sei que ia deixar de fazer sentido e ninguém ia dar valor blaa blaa ) mas posso só querer e desejar isso à vontade ? Gostava que fosse sempre Natal ok !?

Sendo assim uma época mais exigente que o habitual, e qualquer semana destas faço aqui um descritivo de uma época calma e vocês vão ver o que é bom pra tosse! Isto de ter 4 filhos e 3 maridos não é fácil! Ironia. Pura ironia. Retomando, faço um descritivo e percebem porquê que por vezes não publico mais do que aquilo que gostaria.

Mas terminado o Natal de 2017, e espero que o de todos vós tenha sido harmonioso e junto dos que amam, a ver filmes deitados no sofá e a enfardar, porque no fundo, Natal é muito isso. Comigo aconteceu, e aconteceu de uma forma saudável! Minha sogra colocou uvas meus senhores! Para além de todo o repasto tradicional, a mesa continha uvas! E eu atirei-me as uvas e a ver o filme "Livro da Selva". Era o que estava a dar! As uvas foi para compensar as duas doses de rabanadas que obriguei minha mãe a fazer. Verdade. E que eu as enfardei de bom grado. Mal Dezembro começava e eu já exigia as rabanadas, ora se faz algum sentido só comer na semana do Natal... claro que não! É logo nos inícios. 

Foi muito bom, todos os jantares de Natal, penso que este ano bati record em número de jantares, o que é bom sinal, tive o do costume na noite de natal e outro com uns amigos. Basicamente foram 2 só.  Recorde pessoal atingido. Ahhhh estou a brincaaaaar. Ainda foram alguns que perdi muito tempo a inventar prendas para amigos secretos.

De qualquer forma, e apesar de cansativo podem começar a agendar os jantares de Natal 2018. Reservar e tudo, que até a nível de reservas não foi fácil. Muitos presentes e muita comida e podia ser Natal já outra vez.

Homenagens.

Que me fazem.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Atrasados, como de costume.

Feliz Natal, boas entradas, bom ano de 2018 e um bom regresso ao trabalho.
Assim atrasados mas com sinceridade.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Luzes de Natal.

Vou ter que fazer aqui um upgrade de luzes que estas são poucas.

Viagens de Natal.

Se eu pudesse. Repetia. Repetia este país sem problema nenhum. Em plena época natalícia deve ser ainda mais lindo.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Modo natalício ON!

Hoje foi dia de colocar a decoração de Natal em todo o lado. Em casa e aqui! ADORO! Por aqui já temos neve e a árvore de Natal! Está lindo não está? Oh yeah.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Atentem no acaso.

Qualquer coincidência entre as próximas fotos é mero! Mero acaso!

Jantar de Natal.

Vão comecar. Vai ser um corridinho até ao próximo ano. Tenho jantares de Natal agendados antes e depois do Natal. Tá uma loucura. Mas eu adoro. O primeiro é hoje com a segunda família.  Digamos a minha equipa maravilhosa com que trabalho todos os dias e levo umas brincadeiras.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Sobre o amor.

Muitas vezes esquecemo-nos mas há coisas que têm de ser ditas e escritas. Há coisas que o mundo tem de ficar a saber, simplesmente pelo bem que fazem. E este bem é o Amor.
Ja fui muito céptica (e não me lixem por causa do novo acordo! Se quiserem ler vão ler assim tá bom?), em relação a todo este aspecto das relações e da entrega total a uma só pessoa. Já fui. Agora acredito na veracidade do amor. E acredito porque vivo-o realmente. Continuo a ser muito gozona com todo aquele amor louco em público ou situações de extremo mel. Sou gozona e vou continuar a ser, porque acho divertido rir-me sobre isso e parvo. Amor no estado extremamento meloso em público.  Pouuuupem-nos. Sejam melosos em privado tá? Ninguém tem que ver saliva a saltitar por todo o lado. Blhec. Sou um bocadinho da opinião que aqueles que demonstram muito em público e aos outros são na verdade muito frios a sós. Não sei porquê, mas é a minha opinião desde a muito tempo. Mas isto é sobre o amor e não sobre as fachadas.

Então que, e o parágrafo acima foi só para introduzir, que tenho ao meu lado, neste momento da minha vida a pessoa que me completa na totalidade e me faz super feliz. Absolutamente preenchida no que amada e respeitada diz respeito. A pessoa que me faz sentir melhor em relação a tudo, e me sinto completamente em paz quando estou com ele. Aquela sensação de "não preciso de mais nada, tenho tudo com ele". E caraças! Isto é tão bom de sentir! É amor. Mesmo, aquele amor mais puro e mais recôndito que temos no nosso coração e na nossa consciência. É o verdadeiro. Aquele que sentimos e percebemos que: é mesmo este, é mesmo ele.
E é.  És mesmo tu Alexandre Sousa que me fazes sentir isto tudo e me fazes ser tão feliz! Tenho tanta vontade de viver esta vida contigo que tenho medo que ela passe rápido demais. Gosto de ti e amo-te de uma forma mesmo sincera e verdadeira. Mesmo real. Mesmo amor. Estou-te sempre a dizer isto mas hoje apeteceu-me que fosse por aqui. Porque também faz falta falar sobre o amor. Mas daquele mesmo verdadeiro, como o nosso.

Inspirações.

Aiiii... estas pessoas.

Que não sabem que se começa debaixo!

Este frio.

Gélido.  Estranho. Seco. Não chove decentemente à meses. Entramos em pleno Inverno, e este frio ainda se faz mais sentir sem chuva. Até no Inverno esta faz falta. Eu gosto do Inverno. Gosto de andar aconchegada com luvas e cachecóis. Adoro todo o tipo de adereços para o pescoço, mas este frio torna-se demasiado incomodativo. Não é o frio fofinho do Natal. Além de que começa a ser muito estranho estares no sofá ao lado da árvore de Natal e não estar a chover torrencialmente. Isto está tudo muito confuso, e agressivamente fresco.