quinta-feira, 4 de abril de 2013

Tampere. Esqui.

Fazer esqui foi pra cima de espetacular. Caí, caí muito. Muitas vezes, mas valeu mesmo a pena por percorrer aquelas duzentos metros a deslizar na neve. A primeira vez pra subir e descer correu mal. Ao subir tinhamos que ir agarrados a uma corda e manter o equilíbrio. A primeira subida foi trágica, para toda a gente. Chegamos lá cima é um grande esforço para colocar os esquis prontos a descer. Uma complicação! Nós, que mal nos equilibramos, não sabíamos nem travar nem mudar de direção.
Íamos mesmo as escuras, prontos para descobrir sozinhos. E depois claro que há tombos. Grandes tombos! A primeira vez a descer caí, assim como a segunda e a terceira. Acho que consegui na quarta descida. Descer tudo sem cair a meio nem no final. No final da descida e até que descubras como travar é sempre a usar o que tens. O rabo! É um ótimo travão! Mas pronto, fui caindo, fui tentando como travar e como virar e até nem me estava a sair mal. Já não sentia o rabo porque estava gelado. Cair não fazia doer, o pior estava em conseguir colocar-me em pé para seguir viagem. Uma trabalheira! Ainda por cima com umas aplicações nos pés com um metro e meio de comprimento fica difícil! Encontramos um brasileiro que ainda nos conseguiu explicar os mínimos, como travar e virar, porque quer-se dizer, aquilo ganha um lanço que nunca mais pára. Mas no fim estava super contente com todas as figuras que vi. Ri-me de mim e dos outros até não puder mais. Molhei-me muito mesmo mas valeu cada bocadinho de gelo dentro das calças, nas costas, braços, pescoço e afins. Devem conseguir imaginar. Mais uma semana a treinar e estava apta para os jogos olímpicos de inverno! Tudo uma questão de prática. Chatice chatice era ver miúdos com seis, sete anos a controlar a cena como se não houvesse amanhã. E a fazer manobras e viragens, ultrapassagens todas xpto. Enfim xD uma vergonha feliz xD ah, vi um pai com um menino de três anos no máximo a ensinar-lhe. Claro que vai conseguir, mas também caiu, toma toma! Gostei, gostei mesmo. Foi uma ótima maneira de terminar a viagem aqui aos confins do mundo !






Eu em movimento e a travar!

Eu após uma veloz descida, quando não sabia travar, fui contra a rede de segurança. Como podem ver até um esqui fora do pé tenho. Muito agressivo.

Monumental. O chinoca espeta-se contra a minha amiga e ainda pousa para a foto. Um belíssimo olhar! El matador !
O equipamento.

Sem comentários:

Enviar um comentário