sábado, 30 de abril de 2016

Flores do dia das madrinhas.

Eu sei que o dia das madrinhas já lá vai. E pelo segundo ano consecutivo recebi a minha. A primeira foi uma orquídea, a segunda ainda não descobri o nome.
Já as tratei de mudar de vaso e as por na minha varanda onde apanham luz com fartura.
A orquídea é envergonhada, às vezes tem flor, bonita, toda roxa, mas tanto rebenta como seca e morre, e do nada aparece outro botãozinho, não me entendo bem com ela mas ainda é viva. No fundo do vaso está escrito 2015. A deste ano, que ainda não sei o nome ainda me estou a tentar entender. Recebi-a muito vivaça, cheia de cor e bem, agora está assim bastante murcha, já a reguei, e continua igual. Não há maneira de arrebitar. De qualquer das formas tenho que descobrir a raça dela para saber do que precisa.

Sem comentários:

Enviar um comentário