domingo, 4 de setembro de 2016

Vou mudar de escritório.


Pois que Setembro é o retorno à vida normal e à rotina mas não para mim.
Setembro para mim é sinónimo de novos desafios e férias. Primeiro os desafios, depois as férias.
Após um quadrimestre excelente no trabalho e porque uma parte dos objetivos é por quadrimeste, digamos que foi o melhor desde que sou gerente.


A cada quatro meses somos sujeitos a auditorias surpresas a vários níveis, qualidade alimentar, segurança alimentar e segurança no trabalho, cumprimento dos procedimentos standard da marca... todo um leque de coisas obrigatórias que temos de cumprir, sempre, todos os dias.
A cada quatro meses recebemos auditores que fazem essa verificação. É duro. É stressante. É sobretudo desgastante.
Este quadrimestre eu fui a responsável nas três principais auditorias. Numa delas foi, inclusive, a minha estreia. É um nervoso que não se aguenta! E porque que gera tantos nervos? Por causa da responsabilidade! E principalmente se a coisa correr mal, alguém sofre as consequências. Posso ser eu, pode ser o meu chefe, pode ser o meu colaborador, ou seja, isso não pode acontecer. Trabalhamos todos os dias para além de servir um cliente, cumprirmos com tudo o que é suposto. É o nosso trabalho, e temos de o fazer bem.
E será resultado ou não disso, que as três auditorias correram maravilhosamente bem.
De 0-100, a primeira foi um 97. A minha estreia nesta. Que coisa deliciosa. Sem dúvida a mais exigente e difícil de alcançar sequer o 90, mas eu e a minha (maravilhosa) equipa, conseguimos um 97. Acho que reflecte muito o que fazemos lá, todos os dias.
De 0-100, a segunda foi um 99,47. Aqui já tinha alguma experiência, mas nunca tinha conseguido uma nota tão alta. E nesta há prémio o que lhe dá um gostinho especial.
De 0-100, a terceira foi um 100. Redondo. Cem em cem. Um, zero, zero. 100.Sabem a probabilidade de isto acontecer? Muiiiiiiito reduzida, porque é muito difícil. Tirei um 100 e continuo a achar que é difícil porque é uma série de perguntas e verificações que é mesmo complicado garantir todas em conforme. Já vi pessoas mais experientes que não conseguiram, já vi pessoas que já tiveram muitas e muitas auditorias e não conseguiram. E por isto dou beijinho a mim própria e muito orgulho porque eu consegui! E acho que nesta parte torna-se muito importante aprender com os erros. Já estive em duas desta, uma foi uma miséria, um 70 e tal, e a outra um 86. Uma desgraça mesmo. Mas aqui há que saber dar a volta, aprender com aquilo que erramos para melhorarmos, e está provado. Mais um vez. 100. Redondo. Cem em cem. Um, zero,zero.
Posto isto, e a realização de um grande trabalho, estou de malas e bagagens para outros lados.
Para quê? Aprender e ganhar experiência em coisas novas. Vou duas semanas trabalhar com uma equipa duplamente maior, num horário mais alargado e com muitas novidades para mim. Vai ser um desafio do caraças. Só espero que corra bem.

Depois disto, vou de férias. Muahahahah! 


Sem comentários:

Enviar um comentário