quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Há que dar valor.

Tinha três máquinas de roupa lavada para separar/passar/arrumar.
Um inferno portanto.
Neste fim-de-semana no trabalho foi a loucura, para o bem e para o mal. Sábado e Domingo foram mais de 12 horas lá enfiada em cada dia. Como é óbvio, arrumar para segundo plano. Na folga seguinte tive de tratar de uma documentação, ir às compras e claro, DORMIR! Jantar de amigos à noite e arrumação para segundo plano, mais uma vez. Hoje o meu horário era o de funcionário público, das nove às cinco e em todo o meu pensamento era despachar aquela roupa toda quando chegasse a casa.
Ahhhh que maravilha, aquela chamada do meu homem a dizer que arrumou praticamente toda, (excepto a que tem de ser passada). Que música para os meus ouvidos. Quilos e quilos de meias e toalhas já tudo apanhadinho, dobradinho, arrumadinho.
Merece mimo sim senhor. 

Sem comentários:

Enviar um comentário