terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Do aniversário.

Chegaram os 25.
É o auge dos 20. E quando percebemos que estamos a caminho dos 30. Ainda não assusta porque estamos na flor da idade e quando pudemos tudo. E ainda há a hipótese de tudo na nossa vida mudar que não é difícil começar de novo, mas percebemos que muito já passou.
Percebemos isso quando os nossos pais entram nos cinquenta. Quando os nossos irmãos, que queríamos que crescessem para deixar de serem parvos entram nos 20, já trabalham, e estão cheios de responsabilidades.
Percebemos que a idade avança quando levas a vida de adulto que sempre observaste de longe. O trabalho, a vida de casa, as contas, tudo o que as outras pessoas se queixavam torna-se realidade. Já faço parte da gente crescida e já não digo quando for grande porque já sou grande.
Sinceramente são uns 25 anos muito felizes. Com tudo a que tive direito. Experiências, viagens, amores e desamores, um grande leque de vivências que nenhuma me deixa arrependida. Baaah, sejamos sinceros, mudava uma opção ou outra. Mas faz parte.
Aprendi muito. Fui conhecendo imeeensas pessoas que me foram tornando uma pessoa melhor. Mas sobretudo fui conseguindo tudo o que sempre precisava. Porque tudo o que queremos já é outra história.
(Mas até isso, vou conseguindo.)
Resumindo são 25 anos muito felizes e com grande tendência a melhorar.
Venham mais 25 ainda melhores!

Sem comentários:

Enviar um comentário