sábado, 25 de agosto de 2018

Mas então o que anda ele a fazer?

Estão quase a fazer 3 meses que estamos a 400km de distância.

É verdade.

Se está a custar? Está. Imenso. Na verdade é uma merda esta situação.  Mas tem de ser, é por um futuro melhor a dois. Por vezes para melhorarmos temos de fazer sacrifícios. Estamos exatamente nessa fase. Separados mas a tomar decisões tanto de um lado como de outro para que num futuro próximo tudo melhore. Chama-se arriscar sem saber se vai valer a pena, mas tinha de ser. Não podíamos viver a pensar como teria sido se não tentássemos. E por isso mesmo ele esteve um mês em Madrid e neste momento está em Valladolid. A fazer o sabe e o que adora. A trabalhar no que gosta, depois de tantas mudanças. Em espanhol e com desconhecidos. Se fosse eu não sei se conseguiria, e é também por isso que o admiro muito. Pela coragem. Pelo que está a fazer por nós.
Como não amar?

O regresso não se sabe, nem quando, nem para onde. É aguentar firme porque o melhor, esse sim, está para vir.

Sem comentários:

Publicar um comentário